Quarta-feira, 21 de Janeiro de 2009

Iconoclara

(foto Clara Umbra)

publicado por Clara Umbra às 23:29
link do post | comentar
15 comentários:
De Moyle a 22 de Janeiro de 2009 às 00:58
és a CLARidade ao fundo do UMBRoso túnel das nossas vidas:)

Santa Clara te abençoe [eu não posso por causa das artroses]
De Clara Umbra a 22 de Janeiro de 2009 às 23:32
oh e tu és a parede branca que reconhece e reflecte a minha claridade... :)

conheço remédios óptimos para esses problemas do foro das coisas apanhadas e tensas, mas seria necessário incluir a bolinha vermelha no canto do ecrã... o que era uma maçada, além de uma gasto de tinta vermelha.
De Moyle a 22 de Janeiro de 2009 às 23:39
mas olha que aqui no sapo até dá, porque não tem controlo de conteúdos e não custa nada partilhar as receitas:D

mas tens razão, o vermelho não é para ser gasto impunemente:)
De Clara Umbra a 23 de Janeiro de 2009 às 00:49
E isto tudo não obstante eu não conseguir tirar uma foto que não saia desfocada... a minha máquina está a caminho de tirar fotos tão boas como o meu Nokia e isso é um desgosto para mim.
De Moyle a 23 de Janeiro de 2009 às 00:53
talvez eu não seja quem melhor pode falar nisso porque percebo muito pouco [dizer nada parece sempre atentatório para a autoestima], mas tens que criar uma relação com a máquina. tens que te abrir a ela e esperar que ela se abra a ti e, sem dares por isso, a cumplicidade será tanta que ela focará sem tu o pedires sequer :)

agora a falar a sério, se calhar os Nokias não são maus de todos a tirar fotos:)
De Clara Umbra a 24 de Janeiro de 2009 às 01:02
A única máquina com que(m) até hoje criei uma relação pessoal foi com uma Braun Silk Epil. E é uma relação tão boa que saio dos nossos encontros com a pele mais brilhante e ligeiramente avermelhada. De resto, não costumo sair com máquinas. Ainda assim, despertaste em mim o desejo de criar a relação de que falas... desde que ela foque sem eu o pedir sequer (convém que pelo menos eu dê conta...)
:)
De Moyle a 25 de Janeiro de 2009 às 23:50
«desde que ela foque sem eu o pedir sequer (convém que pelo menos eu dê conta...)»

esta frase é genial, mas se calhar é o meu lado Henry Miller a falar:D
De Clara Umbra a 26 de Janeiro de 2009 às 14:49
... a falar para o meu lado Anais Nin... se não me falham os lados.
De puxe-pasola a 26 de Janeiro de 2009 às 15:16
Os dados.
De Clara Umbra a 26 de Janeiro de 2009 às 15:49
r.
Os dardos.
Se não me falham os dardos.
De Moyle a 26 de Janeiro de 2009 às 15:21
vá lá... não sou só então :)
De Clara Umbra a 26 de Janeiro de 2009 às 15:52
*e...t...
De Moyle a 26 de Janeiro de 2009 às 16:21
et tu Brutus? (é isso?)

vou levar o computador à loja porque explodiu ontem (literalmente) e este não me dá muito jeito :)
De Clara Umbra a 27 de Janeiro de 2009 às 01:14
:D nope!
Escreveste «vá lá... não [e]s[t]ou só [eu] então» e
ou faltaram as letras "e" e "t" (para "estou"),
ou faltou um "eu"...
estava, portanto, a meter-me contigo. :)
De Moyle a 27 de Janeiro de 2009 às 01:18
damn... faltou mesmo o "eu"...

esta frase tanto dava para um debate filosófico como de taberna:)

Comentar post

INTRO

DISCLAIMER

Este é um blogue de ficção. Qualquer semelhança com nomes, pessoas, factos ou situações da vida real terá sido mera coincidência. Ou fruto da imaginação do(a) leitor(a) - o que é bom.

DOWNBEAT

SEHNSUCHT

BACKYARD

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Dezembro 2015

Julho 2015

Maio 2015

Dezembro 2014

Setembro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Julho 2013

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

EMBERS

blogs SAPO

subscrever feeds

Sitiométrio